Dicas Para Curar a Ejaculação Precoce

Ejaculação precoce é uma disfunção sexual masculina que resulta na realização repetida de orgasmo ou ejaculação antes ou logo após a penetração. Esta situação tem de ser repetido durante um longo período de tempo em que não coito ser conseguida com ejaculação adequada para ser considerada disfunção sexual, como compreendido dentro do normal nestas situações que podem ocorrer em períodos isolados.

É um erro muito comum não consultar o especialista em urologia para tratar esta patologia, mesmo sendo esta pessoa que pode nos avaliar melhor e aconselhar sobre como curar a ejaculação precoce.

Apesar de ser um assunto tabu para muitos, é mais comum do que se acreditava: estudos recentes têm creditado que cerca de 40% da população masculina tem sofrido em algum momento das suas vidas a ejaculação precoce. Este é um fato não alarmante, bastante normalizador, que pode ajudar muitos a assumir a situação e apostar em uma solução eficaz.

Causas da ejaculação precoce

Conhecer as causas que esse imediatismo causa no orgasmo masculino nos dará as chaves para saber como curar a ejaculação precoce.

O estresse e depressão muitas vezes são as principais causas psicológicas, que podem levar à ansiedade e culpa. Também ajuda esta situação de sexo pouco frequente, inexperiência e excesso de excitação sexual. A maturidade emocional e o acúmulo de experiência sexual geralmente são a melhor ajuda para resolver essa disfunção quando ela é causada por razões emocionais.

Raramente, a ejaculação precoce é causada por problemas físicos, embora possa ocorrer. problemas hormonais (defeitos na tiroide e glândulas supra-renais), efeitos secundários de alguns fármacos, maus hábitos tais como fumar e alcoolismo crônico ou abuso de drogas, bem como lesão física (infecção no trato urinário e próstata) podem ser a causa. Nestes casos, é essencial ser aconselhado por um profissional para nos dizer como curar a ejaculação precoce.

Dois tipos de ejaculação precoce são estabelecidos em termos de causas psicológicas, primárias e secundárias.

  • O homem nunca praticou uma relação sexual com penetração na qual ele conseguiu um ejaculado apropriado. Está associada à masturbação inadequada causada pela corrida para atingir o orgasmo e a excitação sexual devido à inexperiência. É muito comum entre os adolescentes.
  • O macho tem desfrutado de relações sexuais penetrantes que controlam o momento da ejaculação, mas devido a causas externas (problemas emocionais, estresse, inatividade sexual prolongada ou alto grau de excitação sexual), ele experimenta períodos em que é incapaz de controlar o ejaculado.

Além do tipo, também há diferentes graus, dependendo da gravidade.

  • Nível 1. Associado a adolescentes ou maus hábitos na masturbação. É o nível mais fácil e rápido para corrigir.
  • Nível 2. São pacientes que puderam desfrutar de relações sexuais com ótima penetração e devido ao estresse ou ansiedade, têm dificuldade em controlar o tempo de ejaculação. Também tem uma solução rápida e simples.
  • Nível 3. Este é o nível 2 agravado. Nesses casos, se o assunto não for tratado com a propriedade que merece, poderemos desenvolver um distúrbio sexual e dificultar a solução.
  • Nível 4. Estamos falando de um distúrbio sexual que precisa da ajuda de um especialista para ser tratado. Nestes casos, a carga emocional e a culpa são altas e é necessária uma terapia adequada para cada situação.

Diagnóstico na ejaculação precoce

A maneira mais apropriada de abordar adequadamente o problema da ejaculação precoce e obter resultados definitivos é procurar um especialista. Uma consulta urológica pode nos ajudar a detectar os possíveis distúrbios físicos e emocionais que estão causando o problema, nos ajudar a identificar como curar a ejaculação precoce e recomendar o tratamento mais adequado.

O principal objetivo do diagnóstico é garantir que, em primeiro lugar, o paciente receba uma ejaculação antes de uma estimulação mínima ou que não seja capaz de controlar adequadamente a ejaculação.

Uma história completa do paciente será feita para abordar todas as possibilidades e uma análise para avaliar os níveis hormonais e excluir infecções.

Após o estudo psicológico e andrológico do paciente, será proposto o tratamento mais adequado, sendo este psicológico ou farmacológico.

Como curar a ejaculação precoce

Existem inúmeros remédio para ejaculação precoce, adaptados às necessidades de cada paciente. Eles podem ser classificados como suplementos naturais, cremes, gel e farmacológicos, além de terapias.

  • A terapia psicológica, visa ajudar o paciente a controlar sua excitação sexual, bem como normalizar a situação e aprender a se comunicar com o casal expressando suas necessidades e frustrações com conforto.
  • Quanto aos tratamentos farmacológicos, existem medicamentos como Dapoxetina e cremes anestésicos para reduzir a sensibilidade e retardar a excitação sexual (o uso de preservativos pode ser uma solução alternativa ao creme anestésico).

Além disso, existem muitas técnicas aplicadas durante a relação sexual que podem ajudar a prevenir a ejaculação precoce

  • Não se apresse, dedique mais tempo às preliminares e tente relaxar, ajudando-se a respirar.
  • Interrompa a penetração ou estimulação por aproximadamente 30 segundos, quando a ejaculação se aproxima e chega mais cedo do que o desejado. Isso pode ser feito com uma mudança de posição. Outra técnica similar é pressionar levemente a parte superior do pênis com os dedos quando o momento da ejaculação se aproximar para atrasá-lo.
  • Trabalha os músculos pubo coccígeos ou PC. Eles são encontrados no assoalho pélvico masculino e são responsáveis ​​por controlar o fluxo de sêmen no ejaculado. Os exercícios de Kegel são a técnica mais recomendada para trabalhar esses músculos. Através da pressão desses músculos, conseguimos bloquear o ducto de sêmen e, assim, retardar o momento da ejaculação.

Esperamos que estas chaves o ajudem a descobrir como curar a ejaculação precoce. Uma consulta com o especialista é a melhor solução para resolver este problema e encontrar o melhor tratamento adaptado a cada circunstância. Compartilhar experiências e normalizar o problema da ejaculação precoce é essencial para superá-lo, por isso, encorajamos você a participar com seus comentários e nos informar sobre suas dúvidas e experiências.